quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Pe. Márcio: sacerdócio a serviço do Reino de Deus


A Diocese de Campina Grande rejubila-se em festejar o décimo aniversário da ordenação de padre Márcio Henrique. Ou em termos mais preciosos, 10 anos consagrados à causa da igreja e à salvação das almas.

Padre Márcio Henrique não é apenas o pastor solícito do numeroso rebanho de almas que - do Brejo à localidade mais remota do oeste do estado - já se habituou a venerar as virtudes cristãs que exornam o vigário geral da Diocese de Campina Grande.

Gostaríamos de ter autoridade para proclamar aqui, de passagem, que Deus presenteou a Paraíba com grandes padres. Basta que se atente para o quadro do nosso clero, para ver-se a teoria de prelados que a Providência divina nos destinou.

Um padre Mariano, um padre Lourildo, um padre Frederico, um padre Ribamar - que conjunto fulgente de prelados portadores de energia, perseverança e firmeza capazes de se sacrificarem pela fé em Jesus Cristo.

Referimo-nos aqui à disposição da alma de tudo fazer e de tudo sofrer por aquele a quem se devotou.

Enquanto nos reconforta considerar que quase todos eles saíram do nosso velho Seminário Arquidiocesano, que esses levitas do Senhor paroquiaram as nossas igrejas.

Márcio Henrique Mendes Fernandes nasceu na Maternidade Almeida Castro, em Mossoró - RN, no dia 13 de novembro de 1972, filho do casal Elieval Fernandes da Silva e Arminda Maria Mendes Fernandes. Foi batizado em 3 de dezembro de 1972 na catedral de Santa Luzia, tendo como padrinhos os avós maternos. Fez também a primeira comunhão na Paróquia de São José, ambos em Mossoró.

Em 1992, ingressou no postulantado (ano básico para entrar na ordem dos frades carmelitas) da Província Carmelitana de Pernambuco, na cidade de Camocim de São Félix. Neste ano recebeu também o Sacramento da Crisma na Paróquia de São Félix de Cantalice, em 21 de junho de 1992.

Em 1993, saiu do convento dos carmelitas e retornou a Campina Grande, ingressando no propedêutico da Diocese, que localizava-se  na Casa Paroquial de Esperança.

Em 1994, foi aprovado no vestibular do Instituto de Filosofia e Teologia da Arquidiocese da Paraíba e passou a residir no Seminário em Bayeux, cursando Filosofia em João Pessoa, onde está localizado o Instituto. Já em 1995, residiu no Seminário da Imaculada Conceição, em João Pessoa, concluindo os estudos em 1999.

O Estágio Pastoral se deu no ano de 1999 na Paróquia de Nossa Senhora das Graças, em Campina Grande, sendo acompanhado pelo padre Aparecido Francisco Camargo, onde em 26 de janeiro de 2000 recebeu os ministérios de Acólito e Leitor, conferidos pelo bispo Dom Luis Gonzaga Fernandes.

No dia 13 de outubro de 2000 foi ordenado sacerdote em solene concelebração eucarística que aconteceu na paróquia de Nossa Senhora das Graças, em Campina Grande, mediante a imposição das mãos de D. Luis Gonzaga Fernandes. E, em 15 de outubro de 2000, celebrou a primeira missa, às 8h, na capela do seminário São João Maria Vianney. Ainda no dia 15 de outubro de 2000, às 19 horas e 30 minutos, após a missa dominical, o bispo diocesano Dom Luis Gonzaga o conferiu a provisão de administrador paroquial da catedral de Nossa Senhora da Conceição.

Em 3 de setembro de 2002, foi nomeado pelo bispo Dom Matias Patrício de Macedo, ecônomo da Diocese, sendo confirmado na solenidade de Corpus Christi em 26 de maio de 2005 pelo bispo sucessor Dom Jaime Vieira Rocha. Em 2006, ingressou no curso de Bacharelado de Direito da Faculdade de Campina Grande, e concluirá o curso agora ao final de 2010.

Como explicar, diante do povo, dos fieis: padre Márcio Henrique, não é político. É um pastor que harmonizou sua vida religiosa com suas convicções. A dignidade dos homens públicos é certificada por uma boa consciência. É o mesmo anseio manifestado, hoje, pelos milhões de brasileiros que apoiaram o projeto de lei de iniciativa popular "Ficha Limpa".

Atualmente é vigário geral, pároco da catedral e membro do Conselho Presbiteral da Diocese de Campina Grande. Quiséramos poder resumir em palavras justas, claras e consistentes, o nosso respeito, admiração e simpatia por essa grande figura, o querido padre, realçada pela presença avassaladora da mulher católica paraibana, das crianças e dos velhos que ainda possuem uma fé.
Por Molina Ribeiro
Fonte: http://radiopaullusfm.blogspot.com

Candidatos à Presidência participam de debate na TV Globo nesta quinta


Os candidatos à Presidência da República Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB), Marina Silva (PV) e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) participam de debate na TV Globo nesta quinta-feira (30). O evento será no Rio de Janeiro e foram convidados os candidatos de partidos com representação na Câmara dos Deputados.
A transmissão do debate começa às 22h30, após a novela Passione. Mediado pelo jornalista William Bonner, o debate da TV Globo será o último antes da votação que será realizada no próximo domingo (3). O debate terá cinco blocos. O primeiro e o terceiro blocos serão com temas determinados. O segundo e o quarto, com temas livres. O último bloco contará com as considerações finais.
O  posicionamento dos candidatos no estúdio foi definido por sorteio. Da esquerda para a direita, estarão: José Serra, Marina Silva, Dilma Rousseff e Plínio de Arruda Sampaio.
Cada candidato terá 30 segundos para perguntas, dois minutos para respostas, um minuto para réplica e um minuto para tréplica. Eventuais pedidos de direito de resposta serão analisados por William Bonner com auxílio da equipe de produção. Se concedido, o tempo será de um minuto.
As perguntas serão feitas sempre de candidato para candidato. Para que todos os candidatos perguntem e respondam ao menos uma vez, a cada bloco o mediador sorteará o candidato que faz a primeira pergunta a outro candidato de livre escolha. Quem respondeu faz a próxima pergunta a outro candidato que ainda não perguntou e nem respondeu. O último fará, necessariamente, pergunta a quem iniciou o bloco.
Pelas regras definidas com as coordenações das campanhas, se algum candidato faltar, em cada bloco, um dos candidatos presentes poderá relatar ao público a pergunta que faria ao ausente. O tempo para isso será de 40 segundos.
Após falar, deve escolher outro candidato para fazer outra pergunta e continuar a ordem. O lugar do faltante ficará vazio com uma placa com o nome. Cada participante pode ser acompanhado por até 10 assessores, sendo que apenas dois terão acesso ao candidato no estúdio. Na plateia, cada candidato pode ter 25 convidados.
Ao final do debate, os quatro participantes darão entrevista coletiva de cinco minutos na sala da imprensa. Pelo sorteio realizado, Dilma será a primeira a falar com jornalistas. Em seguida, será Plínio. Depois, será a vez de José Serra. A última será Marina Silva.
Fonte: http://g1.globo.com

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

EJC da Catedral realiza 1° Momento da Juventude 2010

Na tarde do último domingo, 26, na paróquia São José, localizada no bairro José Pinheiro, aconteceu o I Momento da Juventude promovido pelos círculos verde a amarelo do EJC Catedral 2010, que teve como tema: “Jovem, Deus é fiel. E você, está sendo?”.
O evento teve inicio as 13h30 e se estendeu até às 17h. Aconteceram momentos de louvor, palestras, sociodramas,  testemunhos e por fim adoração ao Santíssimo Sacramento, motivo maior deste nosso encontro. Através destes momentos foram anunciados o grande Amor de Deus para com cada um de nós, sua fidelidade e providência em nossas vidas, sempre voltando ao tema do encontro: “Jovem, Deus é fiel. E você, está sendo?”.
Foram horas de um privilegiado encontro com Cristo e com os irmãos que formam a família EJC CATEDRAL, que neste ano comemora 15 anos de caminhada e evangelização dos jovens.
Um pouco mais sobre o EJC:
“O EJC, de acordo com as orientações do documento de Puebla (1979) no que concerne ao protagonismo do jovem, por meio da ação da Igreja, na sua evangelização e na evangelização de outros jovens, tem como objetivo geral: assumir radicalmente a opção pelos Jovens, levando-os a participar ativamente da construção de uma sociedade justa e solidária; a serviço da vida e da esperança e, a caminho do Reino DEFINITIVO (Doc. EJC, Catedral, 1998 Capa). E como objetivos específicos: despertar os jovens para a pessoa e a proposta de JESUS CRISTO; desenvolver um processo global de formação a partir da fé; formar líderes capacitados a atuarem na comunidade eclesial; levar os jovens a atuarem, comprometidos com a libertação integral do homem, em seu meio específico (Doc. EJC, Catedral, 1998, p.2).” (Aurea Ramos Araujo -, arquivo do site: catedralcg.org.br)

Texto: Aurea Ramos Araujo e Irmã Maria Roziane
Fotos: Olga Benário
Pastoral da Comunicação(Pascom) da Catedral

1º Workshop de Comunicação reúne mais de 100 participantes de diversas paróquias, em Campina Grande (PB)






“Acolho todos os presentes com muita alegria e satisfação nesta manhã em que o tema a ser trabalhado é a comunicação na Igreja, tão necessária  ontem e hoje e a manhã”. Agradeço a contribuição da professora Giseli Sampaio, paroquiana, do Seminarista Adeildo,  de Thiago Xavier, da Paróquia Sagrada Família, e Parabenizo a Pastoral da Comunicação (Pascom)  na pessoa da Coordenadora,  Professora Aurea Ramos Araujo pela iniciativa de tão importante evento para àqueles que se lançam a anunciar o Evangelho por meio das novas mídias digitais”.  Foi assim  que o vigário Geral da Diocese e pároco da Catedral, Pe. Márcio Henrique Mendes Fernandes, iniciou o 1o Workshop de Comunicação, realizado no último sábado, 25, nas dependências da Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição. 
O evento que contou com a participação de mais de 100 pessoas entre Padre, agentes de pastoral, de diversas paróquias da Diocese de Campina Grande, estudantes, movimentos e serviços e pessoas de um modo geral, promoveu amplos momentos formativos e articuladores, através da apresentação de vídeos sobre a temática “Comunicação”, conduzida pela Professora Aurea, e da realização das oficinas:
- Comunicação e liturgia - Comunicação e Liturgia: Adeildo da Silva Ferreira – Seminarista e Coordenador da programação religiosa da Rádio Caturité AM.
- Como falar em público: Giseli Sampaio – Jornalista e Professora da UEPB, Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas (FACISA) e das Faculdades Integradas de Patos (FIP).
- Produção de blogs: Thiago Xavier – Webdesigner e estudante do último período do curso de Desenho Industrial (UFCG).

De acordo com a avaliação feita pelos participantes, a coordenação considera que o evento atingiu seus objetivos tendo em vista que 74, 1% dos respondentes classificaram o Workshop como
MUITO BOM  e 25, 9% como BOM. As opções muito ruim, ruim e regular, não foram assinaladas.
O Workshop foi encerrado pela coordenadora, que justificou a ausência de Pe. Márcio e foi portadora da grande satisfação e agradecimentos do presbítero à participação de todos.
A professora Aurea agradeceu aos participantes, aos ministrantes das oficinas, ao Ministério de Música Restauração, aos diversos meios de comunicação social, sobretudo a Rádio Caturité, ao Ramalhão Bombonieri e por fim, apresentou a equipe da Pastoral da Comunicação que foi muito aplaudida pelos presentes.

Clique aqui e confira as fotos do evento !


Pastoral da Comunicação da Catedral

domingo, 26 de setembro de 2010

Uma alma entregue ao Amor



O teu sorriso Chiara nos traz uma luz tão singela e profunda...Tua ousadia nos permite penetrar no grande Ideal que procuramos Aquele pelo qual queremos nos entregar totalmente... intensamente, constantemente... Deus! Às vezes me assusta essa intensidade de doação... Mas claro que me instiga, me desafia... e eu gosto de desafios...Me faz entender que o que me completa é esse entregar tudo... tudo por Deus... tudo a Deus... Você prova isso!



Que maravilha ser jovem neste tempo... e vê-la beata Chiara Luce
Ver em você, no seu exemplo... um caminho a seguir, imitar...
Nesse nosso tempo de tantas escolhas, você prova da escolha mais profunda E nos diz como é bom...Você, que encontrou o Esposo, o Pai, o Eterno...o Amor E nos sorri, oferece sua dor por nós e chega ao Paraíso...Com você estamos mais próximos do Pai!
Junto com Maria, Mãe suprema,Chiara Lubich, Mãe espiritual,E todas as boas almas que já estão aí contigo...Louvamos a Deus pela sua existência... Que perdura nos confins do tempo porque é Divina!Rogai por nós Chiara Luce e cuida da nossa santidade!

Rodrigo Apolinário
*Todos os direitos reservados ao autor.

Chiara Luce Badano foi uma jovem italiana, membro do Movimento Gen (Geração Nova) do Movimento dos Focolares que partiu para o Paraíso no dia 7 de outubro de 1990, aos 18 anos, após uma doença letal. Como jovem, construiu uma história de santidade, soube dar o seu ‘Sim’ a Jesus até a morte e neste dia 25 de setembro de 2010 é beatificada na Igreja Católica. Saiba mais no site oficial

http://www.chiaralucebadano.it/index.php?option=com_content&view=frontpage&Itemid=28&lang=pt

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Setembro mês da Bíblia - Testamento de amor!


Nela, vamos encontrar os desejos e as intenções de Deus para conosco
"Não só de pão vive o homem, mas de toda Palavra que procede da boca de Deus" (Mateus 4,4).

A "Bíblia é o Livro dos livros. É a obra mais conhecida em todo o planeta. Também conta com o maior número de traduções dentre todas as obras existentes e está presente no maior número de nações. No entanto, nem sempre nos relacionamos com ela do jeito mais ideal. Estamos no início do mês de setembro, o conhecido e celebrado Mês da Bíblia. É mais uma oportunidade para examinarmos nossa vida e vermos qual é o valor que estamos dando a este livro tão especial e tão importante para todos os que seguem a Jesus, como Caminho, Verdade e Vida.

Bíblia: Testamento de amor!
Este livro é um verdadeiro testamento. E o que é um testamento? É uma carta na qual se colocam as coisas mais íntimas, mais sinceras e mais profundas. É onde se fala com o coração e são relatados os "últimos" desejos de alguém. É onde o pai "divide" os bens entre os filhos e amigos. É o meio pelo qual nós fazemos pedidos e recomendações.

A Bíblia é o Testamento de Amor, a Carta de Amor que Deus Pai deixou para toda a humanidade. É nela que nós vamos encontrar os desejos e as intenções de Deus para conosco. É nela que podemos encontrar as recomendações e os tesouros que Deus tem para nos oferecer. Se nós não abrirmos a ela e não lermos esta "Carta de Amor", não ficaremos sabendo da amizade íntima que Deus quer ter conosco "desde o nascer ao pôr-do-sol".

Pedindo sempre a luz do Espírito Santo e vencendo toda e qualquer preguiça, busquemos ler com fé o Livro Sagrado. E a cada letra, a cada palavra, vamos perceber e ouvir a Voz de Deus que fala ao nosso coração. Nenhuma pessoa consegue sobreviver sem "arroz e feijão", ou seja, sem alimento. Da mesma forma que nenhum seguidor do Senhor consegue viver sem o Alimento da Palavra. Quanto mais intimidade tivermos com ela, tanto mais intimidade teremos com o próprio Senhor. E aí veremos as graças acontecerem como verdadeiros rios de Água Viva, porque a Bíblia é o grande, único e verdadeiro Testamento de Amor.
fonte - canção nova

Inscrições abertas para o concurso de canções em homenagem a Nossa Senhora

Estão abertas as inscrições para o concurso de canções em homenagem a Nossa Senhora. O evento realizado pela Rede Aparecida, lança uma proposta diferenciada nesta quarta edição do evento, intitulado Vozes da Igreja. Os participantes vencedores do concurso receberão 10 mil reais, que deverá ser investido nas necessidades da paróquia.
Para participar do “Vozes da Igreja”, a comunidade paroquial deve reunir músicos para composição e interpretação de uma música inédita em homenagem a Nossa Senhora. Além da canção, será avaliado a mobilização e o envolvimento das comunidades participantes.
As inscrições devem ser feitas através do site www.vozesdaigreja.com até o dia 15 de outubro.
Fonte:CNBB

A rotina de Deus


Certa vez assisti a um espetáculo da querida atriz, poetisa e amante da alma, a capixaba Elisa Lucinda (foto). O espetáculo se chama “Parem de falar mal da rotina”. E de uma maneira profunda e bem humorada a Elisa nos permitia receber boas “tapas na cara”, afirmando que a rotina pode ser modificada a partir do modo como olhamos pra ela.
Lembro de que a poetisa contava experiências do mais puro cotidiano como no episódio em que até no ônibus, se você vem buscando algum sentido pra sua rotina, se permita pelo menos escutar a conversa das outras pessoas que estão no mesmo veículo que você. Mas não, tem gente que se fecha e se perde na sua rotina...
Eu não queria ficar na superficialidade de apenas escutar a conversa dos outros. Vi nesse exemplo da Elisa, a oportunidade de pensar no Amor de Deus...e realmente parar de falar mal da rotina, só que de uma maneira nova....


Nesse mundo ousado em que vivemos, onde somos convidados a construir uma rotina cada vez mais imprevisível e superficial, temos que abrir a alma e nos permitir entrar na imprevisível rotina de Deus em nós e sermos profundos. Quantas vezes durante o dia não somos chamados a praticar um ato de amor, a falar de Deus, a sermos solícitos, a apenas escutar...? E isso não muda a nossa rotina? Percebamos o quanto Deus ilumina cada momento presente da nossa vida.
Se entrarmos na vida respeitando a rotina que Deus nos pede, ou seja, essa oportunidade clara de praticarmos o amor no momento presente que realmente ele nos presenteia, temos nas mãos a grande certeza de que o hoje vai ser diferente do ontem e do amanhã, cada um com a sua beleza, com a sua profunda beleza.

Rodrigo Apolinário
*Todos os direitos reservados ao autor.
Fonte: http://www.abraconaalma.blogspot.com/

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Retiro Anual dos Ministros da Sagrada Comunhão da Catedral acontece em Lagoa Seca


 
Na manhã do último domingo, 19, aconteceu, no sítio Mariama em Lagoa Seca (PB), o retiro anual dos Ministros da Sagrada Comunhão da Catedral. Este momento teve início às 8h30 com a acolhida, músicas e oração inicial. O pregador foi o  Pe. Dezenilton, que atualmente compõe a equipe de formadores do Seminário Diocesano São João Maria Vianney, localizado no bairro do Alto Branco, em Campina Grande (PB).
Pe. Dezenilton  meditou conosco sobre o seguinte tema: “Como viver o Ministério da Sagrada Comunhão à luz dos Apóstolose baseou suas colocações no relato do livro dos Atos dos Apóstolos sobre as primeiras comunidades cristãs - At 2, 42-47 , destacando os sinais que distinguiam os cristãos das demais pessoas daquela época: “eram assíduos no ensinamento dos apóstolos, à comunhão fraterna, a fração do pão e às orações ”, atendo-se mais em duas delas: “assíduos no ensinamento dos apóstolos e a fração do pão”, ressaltou o presbítero.
Num primeiro momento, o padre, meditou sobre o seguimento do Mestre, passou por várias passagens dos evangelhos que nos indicavam como deve ser o nosso seguimento de Cristo e as implicações desse seguimento, destacou que “ a condição do discípulo será sempre de seguir atrás do Mestre e não tomar-lhe a frente”, disse da importância da leitura orante da Palavra de Deus, Palavra esta que modela e direciona nossa vida. Após essa meditação houve um momento de deserto. Após a partilha,  um lanche foi servido.
Dando continuidade, o pregador versou sobre a Eucaristia utilizando o texto de João 6, 31-35 onde Jesus se apresenta como o Verdadeiro Pão descido do céu:  “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim, nunca mais terá fome e o que crê em mim nunca mais terá sede”, nos lembrou que só o próprio Jesus é que pode nutrir nossa vida e preencher nossa existência de um verdadeiro sentido. Logo após estas colocações aconteceram um momento de adoração e benção do Santíssimo Sacramento.
O retiro foi concluído às 12h com uma confraternização e votos de parabéns ao jovem Bruno, que auxiliou no encontro e estava comemorando seu aniversário natalício. Todo o encontro transcorreu num clima de fraternidade e oração.

Por Irmã Maria Roziane e Aurea Ramos Araujo
Pastoral da Comunicação da Catedral


Acesse as demais fotos do evento clicando AQUI!




segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Prosseguem as inscrições para o 1o Workshop de Comunicação da Catedral, até dia 22 de setembro


A coordenação do 1o Workshop Paroquial de Comunicação, formada por Pe. Márcio Henrique Mendes Fernandes, Vigário Geral da Diocese de Campina Grande e pároco da Catedral, e pela Professora Aurea Ramos Araujo, coordenadora da Pastoral da Comunicação (Pascom), informa aos interessados que, restando poucas vagas, ainda haverá inscrição até o dia 22 do mês em curso, na secretaria da paróquia, a partir desta terça, no horário comercial.

“O evento, com o tema Comunicação na Paróquia, acontecerá no próximo dia 25 deste mês e objetiva contribuir com a qualificação dos agentes de pastoral (pascom, liturgia, canto, acólitos, outras pastorais, serviços e movimentos), para o exercício efetivo e eficaz da comunicação na Igreja”, frisou Pe. Márcio.

A Igreja, de acordo com o Decreto Conciliar Inter mirifica, 1963, entende comunicação enquanto meios e processos segundo a missão de Cristo, o verdadeiro Comunicador da vida de Deus. Sem a vivência concreta das propostas de Jesus Cristo, a Igreja não acontece, não se faz. Portanto, a Missão da Igreja é comunicação, proximidade de Deus com as pessoas, das pessoas com Deus e das pessoas entre si. Daí a importância do Workshop, segundo a coordenação.

O Workshop, aberto para agentes de pastoral de outras paróquias, profissionais e estudantes de Comunicação Social e pessoas interessadas de um modo geral, na sua programação, contempla a realização de três oficinas a serem desenvolvidas, de 8 às 12h, nas dependências da Catedral, localizada na rua Floriano Peixoto, s/n, Centro, em Campina Grande, informa a Professora Aurea. São elas:

- Comunicação e Liturgia: Adeildo da Silva Ferreira – Seminarista e Coordenador da programação religiosa da Rádio Caturité AM.
- Como falar em público: Giseli Sampaio – Jornalista e Professora da UEPB, Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas (FACISA) e das Faculdades Integradas de Patos (FIP).

- Produção de blogs: Thiago Xavier – Webdesigner e estudante do curso de Desenho Industrial (UFCG).

Mais informações e ficha de inscrição acesse o site: catedralcg.org.br

Professora Aurea Ramos Araujo
Pastoral da Comunicação da Catedral


domingo, 19 de setembro de 2010

Evangelho de Domingo 19-09



Por Dom Jesús Sanz Montes, ofm


Publicamos o comentário ao Evangelho do próximo domingo, 19 de setembro, XXV do Tempo Comum (Lc 16, 1-13), redigido por Dom Jesús Sanz Montes, ofm, arcebispo de Oviedo (Espanha).

* * *

Aparentemente Jesus exalta a habilidade de um administrador infiel. Mas temos de ser cautelosos e entrar em sintonia com quem é exaltado: não é a infidelidade, a corrupção, mas a habilidade, a astúcia daquele administrador esperto. Quem é fiel no pouco, também será no muito. O que sugere dizer: tudo aquilo que gostaria de mudar de um mundo cruel, comece mudando em sua própria casa, em seu coração.

Na verdade, quem nunca se queixou alguma vez de como vai nosso mundo? A política, economia, paz, justiça, família, idosos, jovens, e uma longa lista de coisas onde percebemos nossa sociedade bastante desmoralizada. Em tudo não falta razão: perdeu-se o rumo de muitas coisas, abandonaram-se impunemente muitos princípios básicos, destruíram-se tantos valores que não eram negociáveis, desumanizou-se nossa humanidade.

Mas há duas saídas: cair tanto em pessimismos deprimentes (tudo é mau, e qualquer tempo passado foi melhor) ou em otimismos irresponsáveis (o importante é mudar, arrasar, nada mais resta do passado). Por outro lado, é melhor ter um olhar sereno sobre o mundo, sobre a vida, sobre a dor, o amor, tantas coisas, e começar a corrigir a si mesmo. O mundo novo, a terra nova, começa por minha casa, por meu próprio coração. Começamos pelo pouco, pelo pequeno, pelo cotidiano, pelo nosso. Não é o governo atual, nem os organismos mundiais de vanguarda, nem o Vaticano, nem os banqueiros, nem os jornalistas, nem os sindicatos... quem deve dar a luz de saída.

O mundo novo começa mais próximo de mim, em minha atitudes, em minhas opções, em meu modo de escutar, atender, de propor, de viver.

O chamado de Jesus é claro: não podemos ter dois patrões, dois amos. Ou nos juntamos ao projeto de Deus, a seu projeto de humanidade, de civilização do amor, ou nos apontamos à barbárie, na qual termina sempre toda pretensão que censura algum aspecto do coração do homem. Sem Deus, sem este “amo” tão especial que nos faz livres, é muito difícil construir um mundo que conheça justiça, paz, respeito, liberdade e felicidade. Coloquemos o Senhor em nossas metas e em nossas casas, sem fanatismos e sem complexos. Porque quem ama verdadeiramente a Deus não despreza o homem irmão.




Fonte:Zenit

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

I Momento da Juventude EJC Catedral 2010 acontecerá no próximo dia 26


Os círculos amarelo e verde do EJC 2010 da Paróquia da Catedral convidam toda a comunidade para participar do I Momento da Juventude, que será realizado domingo, 26 de setembro, na Paróquia de São José (Igreja do José Pinheiro), a partir de 13h30.
O Momento tem como tema "Jovem, Deus é Fiel. E você, está sendo?". Durante toda a tarde haverá evangelização e louvor, com muita música (participação do Ministério de Louvor e Música Restauração, que toca na Missa da Juventude, na Catedral, palestras, testemunhos, peças e animação da juventude de nossa Igreja.
A entrada é franca. Para aqueles que precisarem de condução, um ônibus sairá da Catedral às 13h, sem custo para os passageiros. Os jovens também farão arrecadação de alimento s não-perecíveis, no local.
Não deixe de participar deste evento único, e venha conosco louvar a Deus e responder toda Sua fidelidade com muita alegria e amor!



Fonte: Coordenação dos Círculos

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

2º Dia do Ciclo de entrevistas com Candidatos a Governador da PB lota a Cúria Diocesana





A segunda noite do Ciclo de Entrevistas com Candidatos a Governador da Paraíba, promovido pela Diocese de Campina Grande e pelo Centro de Ação Cultural (CENTRAC) lotou o auditório da Cúria Diocesana, no centro da cidade, nesta terça-feira (14). O entrevistado da noite foi o candidato da Coligação “Paraíba Unida”, José Maranhão do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

O auditório formado por militantes de movimentos sociais e de partidos, jornalistas, representantes de pastorais sociais e assessores, ouviu por cerca de uma hora e quarenta minutos as propostas do candidato José Maranhão.
Seguindo a programação acordada com as coligações e partido, o Bispo de Campina Grande D. Jaime Vieira Rocha fez a fala inicial da mesa de abertura composta pela Coordenadora do Programa Controle Social da Gestão Pública do CENTRAC, Laudicéia Araújo e pelo mediador da entrevista, o jornalista potiguar Paulo Tarcísio Cavalcanti.

Em seguida o candidato José Maranhão fez uma retrospectiva de sua trajetória política. O candidato do PMDB respondeu ao primeiro bloco de perguntas com seis questões elaboradas pela organização do evento que trataram sobre os temas: política de resíduos sólidos e organização dos catadores(as); limite de propriedade da terra e reforma agrária; segurança pública e violência contra a mulher; políticas públicas para a juventude e para criança e adolescente; Ficha Limpa, financiamento público de campanha, reforma do sistema político brasileiro; trabalho e renda, economia solidária, Campanha da Fraternidade (CF) 2010; políticas de habitação popular; e democratização da gestão pública.

Após responder às 6 perguntas elaboradas pela coordenação do evento, o candidato foi questionado por 7 representantes de entidades da sociedade civil organizada que fizeram suas perguntas, elaboradas e enviadas previamente à coordenação do Ciclo de Entrevistas.

Propostas
Entre as principais propostas feitas por José Maranhão estão a recuperação de mais de 500 km de estradas no Estado, a construção de pelo menos uma via asfaltada em todas as cidades paraibanas e a construção de 50 mil casas em quatro anos. O candidato também se comprometeu a se empenhar para a implantação do Juizado Especial da Mulher no Estado e recebeu uma carta proposta entregue pelas organizações de catadores e catadoras de materiais recicláveis do Estado.
Perguntado sobre qual seria a sua proposta para o reassentamento das família de trabalhadores e trabalhadoras rurais atingidos pela construção da barragem de Acauã, o candidato se comprometeu a fazer pelas famílias o mesmo que fez quando da construção da barragem de Araçagi: “Vamos tomar o exemplo do que fizemos lá, onde construímos duas agrovilas com 500 casas, incluindo água, esgoto, calçamento, luz e posto de saúde para repor as terras que foram cedidas para um bem coletivo e fazer uma indenização justa”, disse José Maranhão.

O Ciclo de Entrevistas com candidatos ao Governo do Estado da Paraíba se encerra nesta quarta-feira com a última entrevista, com o candidato Nelson Júnior, do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). A coordenação do evento informa que a entrevista desta quarta-feira terá início às 19h.

A metodologia das entrevistas, bem como as datas das mesmas, foram definidas em reuniões realizadas entre os organizadores do evento e os representantes das coligações e do partido.
O Ciclo de entrevistas é uma iniciativa do Programa de Educação Política da Diocese de Campina Grande e do Programa Controle Social da Gestão Pública do CENTRAC e tem por objetivo promover um espaço de diálogo entre setores populares da sociedade civil organizada e os candidatos ao Governo do Estado. O evento tem o apoio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Escola de Fé e Política D. Manoel Pereira, da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e do Diretório Central dos Estudantes da UEPB (DCE-UEPB).

Áurea Olimpia Figueiredo Rego
Assessora de Comunicação (Jornalista DRT-PB: 2456)
Centro de Ação Cultural - CENTRAC
Rua Rodrigues Alves, 672, Prata, Campina Grande - Paraíba - Brasil
CEP: 58400-550
Telefax: 55 83 3341-2800 Celular: (83) 8829-7621 (83) 8829-7621 
Correio eletrônico:aureaolimpia@centrac.org.br, comunicacao@centrac.org.br
Página: www.centrac.org.br

Dom Jaime comenta primeira rodada de entrevistas promovida pela Diocese de CG


A Diocese de Campina Grande em parceria com o CENTRAC realiza nesta semana uma série de entrevistas com os principais candidatos ao Governo do Estado da Paraíba.

O candidato socialista e ex-prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, foi quem abriu o ciclo de entrevistas nessa segunda-feira, 13.

- Eu vejo, em primeiro lugar, a realização de algo que foi pensado, planejado, que agora começou a sua execução e posso dizer que obteve pleno êxito – foram essas as palavras do Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Jaime Vieira Rocha, após a realização da primeira rodada de entrevistas.

Dom Jaime disse ainda que as expectativas foram correspondidas e vê como muito válida a oportunidade que está sendo dada à sociedade, ao povo e aos candidatos de poderem participar de um fórum com representantes de diversos organismos e instituições que são de alta importância para um processo de educação política e para o aperfeiçoamento da democracia no país.

- Eu repito sempre que nós não podemos permanecer de braços cruzados diante dos caminhos e de distorções tão graves como nós vemos a cada momento. O Brasil poderia ser outro, mas nós estamos ainda na estaca zero em alguns setores, sobretudo no de saúde que muito nos entristece e preocupa – concluiu Dom Jaime.
Fonte:paraibaonline

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Comunicação na Paróquia

“Comunicação na paróquia” é tema do 1° Workshop na Catedral de Campina Grande (PB)



Com o tema “Comunicação na paróquia”, a Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição, por meio da sua Pastoral da Comunicação (Pascom), realizará no dia 25 do mês em curso o 1o Workshop de Comunicação. Informa a coordenação formada por Pe. Márcio Henrique Mendes Fernandes, pároco da Catedral, e Aurea Ramos Araujo, coordenadora da Pascom.

“O evento, pioneiro na paróquia, objetiva contribuir com a qualificação dos agentes de pastoral (pascom, liturgia, canto, acólitos, outras pastorais, serviços e movimentos), para o exercício efetivo e eficaz da comunicação na Igreja”, frisou Pe. Márcio.

A Igreja, de acordo com o Decreto Conciliar Inter mirifica, 1963, entende comunicação enquanto meios e processos segundo a missão de Cristo, o verdadeiro Comunicador da vida de Deus. Sem a vivência concreta das propostas de Jesus Cristo, a Igreja não acontece, não se faz. Portanto, a Missão da Igreja é comunicação, proximidade de Deus com as pessoas, das pessoas com Deus e das pessoas entre si. Daí a importância do Workshop, segundo a coordenação.

O Workshop, aberto para agentes de pastoral de outras paróquias, profissionais e estudantes de Comunicação Social, na sua programação contempla a realização de três oficinas a serem desenvolvidas, de 8 às 12h, nas dependências da Catedral, localizada na rua Floriano Peixoto, s/n, Centro, em Campina Grande. São elas:

- Comunicação e Liturgia: José Adeildo da Silva Ferreira – Seminarista e Coordenador da programação religiosa da Rádio Caturité AM.
- Como falar em público: Giseli Sampaio – Jornalista e Professora da UEPB, Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas (FACISA) e das Faculdades Integradas de Patos (FIP).
- Produção de blogs: Thiago Xavier – Webdesigner e estudante do curso de Desenho Industrial (UFCG).


Confira aqui o perfil completo dos facilitadores das oficinas


As inscrições que já se iniciaram no último dia 4 de deste mês, encontram-se abertas até o dia 18, na secretaria da paróquia, de terça a sábado, no horário comercial e no próximo sábado, 18, à noite após a missa da juventude. Cada participante deve preencher a ficha de inscrição, disponível no site da Catedral, com destaque para a escolha de uma oficina, pois acontecerão no mesmo horário. Serão oferecidas 30 vagas por oficina.

A Coordenação ressalta que a procura vem aumentando, mas ainda há vagas. Recomenda, portanto, que venha fazer logo sua inscrição, evitando assim o desconforto de não encontrar vaga naquela oficina de sua preferência.

Mais informações e ficha de inscrição acesse o site: catedralcg.org.br

Professora Aurea Ramos Araujo
Pastoral da Comunicação da Catedral

Formação Litúrgica

Pe. Marcio realiza formação Litúrgica na Catedral
Cerca de 40 agentes de pastoral da Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição, da Igreja do Carmo e de outras paróquias, participaram na última esta sexta - feira, 11, de uma formação litúrgica, realizada no centro pastoral “Jesus ressuscitado” da Catedral.


A formação foi assessorada por Pe. Márcio Henrique Mendes Fernandes, pároco da Catedral, e versou sobre orientações litúrgicas no que diz respeito à estrutura, elementos e partes da missa: desde os ritos iniciais, passando pela Liturgia da Palavra e Liturgia Eucarística, Rito de Encerramento, concluindo com outras informações também relevantes na celebração eucarística.
Na Liturgia Eucarística, por exemplo, o assessor deu destaque para estes pontos, dentre outros:
“O rito da Palavra se dá em torno da estante da Palavra ou ambão; a mesa eucarística, o altar, deve ser usado somente para rito da Eucaristia”;

“O canto de preparação das oferendas tem a função de acompanhar a procissão dos dons; dar maior significado à coleta; acompanhar o rito de preparação das oferendas”;

“A preparação da mesa, feita com simplicidade, deve realçar o essencial: o pão e o vinho”.

“Assim que o padre comunga, o pessoal da música começa a cantar. O comentarista não tem nada a declarar nesse momento; o convite já foi feito pelo padre quando disse: “Felizes os convidados para a ceia do Senhor”.

Após as considerações sobre o Rito de Encerramento, Pe. Márcio fez ainda recomendações no que tange a observações importantes a exemplo das roupas litúrgicas, resposta da oração eucarística, momentos de silêncio na missa e outros.

Concluiu o evento se dizendo muito satisfeito com a presença de todos, agradecendo a contribuição do seminarista Isaias Rodrigues na organização do material e incentivando os presentes a participarem do 1o Workshop de Comunicação da Catedral.
Este evento que ocorrerá dia 25 do mês em curso, de 8 às 12h, na paróquia, segundo Pe. Márcio contempla a realização de três oficinas: “Comunicação e liturgia”; “Como falar em público”; “Produção de blog”.

Por fim, o presbítero anunciou que a coordenadora da Pastoral da Comunicação (Pascom), Aurea Ramos Araujo, estava presente e poderia fazer inscrições para o Workshop. “É muito importante este evento, por isto quero aqui convidar a todos”, disse o padre.

Por Professora Aurea Ramos Araujo
Pastoral da Comunicação da Catedral

sábado, 11 de setembro de 2010

Facilitadores de Oficinas

Conheça agora o perfil dos facilitadores de oficinas do 1° Workshop Paroquial de Comunicação

Adeildo da Silva Ferreira - Radialista; Graduado em Filosofia pelo Seminário São João Maria Vianney, em Campina Grande; Estudante da Extensão Cultural em "Cultura e Meios de Comunicação: Uma abordagem teórico-prática" (Sepac/ PUC-SP); Professor da Escola Teológica da Diocese de Campina Grande; Coordenador da programação religiosa da Rádio Caturité AM; membro da equipe de coordenação da Pascom na Diocese de Campina Grande. É Seminarista, aluno do 3º ano do curso de Teologia do Seminário São João Maria Vianney, em Campina Grande.

Giseli Sampaio - Jornalista; Graduada em Comunicação Social (habilitação em jornalismo) pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB); Especialista em Comunicação Educacional (UEPB); Pós-graduada em jornalismo turístico/cultural pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e UEPB; Professora da UEPB, Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas (FACISA) e das Faculdades Integradas de Patos (FIP); Coordenadora do Festival de Inverno de Campina Grande. Ministra cursos, oficinas e workshops em cerimonial, protocolo e etiqueta pelo SENAC e SEBRAE, com foco em oratória para mestres de cerimônia.

Thiago Xavier - Graduando em Design, pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG; participa do Projeto Gama (Grupo de Análises Musicais) do CNPQ; Estagiário de Designer no PEASA (UFCG); desenvolve trabalhos na área de desenvolvimento para Web e Designer Gráfico; administrador e proprietário do site (www.cliquecristão.com), a ser lançado ainda em setembro do ano em curso. É membro das Pastorais do Canto e da Comunicação da Paróquia da Sagrada Família, local.


Fonte: Pastoral da Comunicação da Catedral

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Projeto Solidariedade e Partilha - uma iniciativa a serviço da vida


Conheça este projeto social


Catedral de Campina Grande: Projeto Solidariedade e Partilha - uma iniciativa a serviço da vida

Os pobres têm um elevado nível de privação. A pobreza configura uma situação de negação de direitos fundamentais. Combatê-la responsavelmente é construir a paz e é uma tarefa que terá de envolver toda a comunidade, com as suas instituições a exemplo das políticas e religiosas.
Neste sentido a Catedral de Campina Grande procurando dinamizar a sua dimensão social, implantou em 2008 o Projeto Solidariedade e Partilha, que já desenvolveu várias ações ao longo de sua existência, como mecanismo de apoio às suas Pastorais Sociais (Sofredores de Rua, Promoção da Mulher, Menor e Idoso) que com muitas dificuldades mas contando com a generosidade dos fiéis e da população de um modo geral, vêm tentando amenizar o sofrimento de tantas pessoas desprovidas de suas necessidades básicas, sobretudo alimentares, em nossa cidade. Sem esquecer de mencionar também aquelas pessoas carentes que buscam alimentos diariamente, na paróquia.

HISTORIANDO AS AÇÕES DO PROJETO

1 - AÇÃO MISSIONÁRIA EM FAVOR DA VIDA
Realizada durante o dia 30 de novembro do ano de 2008 através de uma carreata de arrecadação de donativos pelas ruas de nove bairros de Campina Grande. No seu desenvolvimento, contou com a participação de integrantes das pastorais, serviços e movimentos da paróquia, de empresas, de campinenses generosos e da mídia. Foram arrecadados mais de duas toneladas de alimentos e cerca de três toneladas de roupas, brinquedos e calçados, distribuídos com as pastorais: Sofredores de Rua e Promoção da Mulher, além de diretamente na paróquia. Também foi beneficiária desta ação, a Casa de Pe. Ibiapina, local.

2 - EM FIDELIDADE A CRISTO SOMOS SOLIDÁRIOS
Repetindo o percurso anteriormente trilhado, no turno da manhã, a carrreata aconteceu no dia 6 de dezembro de 2009. Apesar de sua execução ter ocorrido em apenas um turno, foi também muito bem acolhida pela população campinense. A arrecadação nesta ação, quantitativamente um pouco menor, somou mais de uma tonelada de alimentos e mais de três de calçados, roupas, brinquedos e similares, distribuídos mais uma vez às Pastorais dos Sofredores de Rua e da Promoção da Mulher.

3 - RENÚNCIA QUARESMAL A SERVIÇO DA ECONOMIA E DA VIDA
Ação desenvolvida durante o período quaresmal do corrente ano, sensibilizou muitos fiéis paroquianos e à população de um modo geral arrecadando cerca de uma tonelada de alimentos diversos. Além das Pastorais Sofredores de Rua e Promoção da Mulher, a Comunidade da Divina Misericórdia, também foi agraciada.

4 - CAMPANHA DO AGASALHO 2010 – “O frio PASSA e a gratidão de Deus FICA”
Pioneira na Catedral, a campanha do agasalho com a parceria de 12 empresas, o apoio dos paroquianos e dos campinenses, foi realizada com sucesso tendo sido encerrada com uma missa em ação de graças, na Catedral, no dia 19 de junho próximo passado, presidida por Pe. Márcio Henrique Mendes Fernandes, pároco da Catedral, que fez um emocionante agradecimento a todos que contribuíram com a realização da campanha. Neste sentido também usou da palavra a professora Aurea Ramos Araujo, coordenadora da campanha, que juntamente com o presbítero também coordena aquele projeto.
Ao longo de dois meses, a campanha arrecadou mais de três toneladas de cobertores, casacos, calçados, brinquedos, travesseiros e peças diversas de roupas. Sendo distribuidos com as pastorais Sofredores de Rua, Promoção da Mulher e ainda com as instituições: Lar de Maria, Comunidade da Divina Misericórdia e Casa de Acolhida São Paulo da Cruz, nesta cidade.

5 - DIA DA SOLIDARIEDADE “SOS PALMARES”
Esta ação solidária realizada no dia 6 de julho do corrente ano, fez parte da campanha “São João Solidário - SOS Palmares”, lançada pelo bispo diocesano de Campina Grande, Dom Jaime Vieira Rocha, no último dia 22 de junho, em parceria com a Prefeitura Municipal de Campina Grande, através de sua Coordenadoria de Turismo.
Por meio desta iniciativa, concretizada através de uma carreata pelas ruas de quatro bairros campinenses, foram arrecadados mais de seis toneladas de alimentos não – perecíveis, água mineral, colchões, roupas, móveis, produtos de higiene pessoal e de limpeza, calçados e outros artigos similares”. Estes produtos foram doados às vítimas das fortes chuvas em Palmares(PE), às pastorais Sofredores de Rua e Promoção da Mulher e distribuídos com pessoas carentes de diversos bairros de Campina Grande.

6 - DISTRIBUIÇÃO DE FEIJÃO
Por meio de parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), Superintendência Regional na Paraíba, a Catedral, através do Projeto Solidariedade e Partilha, fez a doação de cerca de três toneladas de feijão para mais de 200 famílias carentes, cadastradas pelas pastorais Sofredores de Rua, Menor, Promoção da Mulher e Idoso.
A próxima ação já está prevista para o dia 28 de novembro próximo, data de abertura da festa da padroeira da Diocese de Campina Grande e da paróquia da Catedral.


Professora Aurea Ramos Araujo
Pastoral da Comunicação da Catedral
pascom@catedralcg.org.br

Confira AQUI mais imagens que relembram a trajetória do projeto.